sexta-feira, 14 de agosto de 2009

FENÔMENOS CLIMÁTICOS

Ventos: Quando uma superfície é aquecida devido à incidência direta dos raios solares sobre o solo, o calor irradia-se para o ar acima dela, constituindo posteriormente um centro de baixa pressão ou ciclone. Estando uma camada contígua menos aquecida, o ar sobre essa estará mais frio e carregado, formando um centro de alta pressão ou anticiclone. À medida que o ar dilatado inicia um movimento ascendente e atinge os limites da troposfera, o ar mais denso, na área anticiclonal, desloca-se em direção à superfície a fim de ocupar o lugar do fluido em ascensão. Essa movimentação do ar atmosférico em uma direção forma os ventos, oriundos das diferenças de pressão e de temperatura em um determinado. O instrumento que mede a velocidade ou intensidade dos ventos chama-se anemômetro, enquanto o aparelho que indica a direção dos ventos é o anemoscópio. Devido a um efeito ocasionado pelo movimento de rotação da Terra, o efeito de Coriolis, os ventos nas faixas intertropicais sopram no sentido leste-oeste no hemisfério sul, e no sentido oeste-leste no hemisfério norte.

(deslocamento do ar) (zonas ciclonais e anticiclonais)

Massas de Ar: As massas de ar são poções espessas e individualizadas do ar atmosférico que possuem características particulares de pressão, temperatura e umidade relativamente iguais às do local de origem. Ao se deslocar, entram em contato com massas vizinhas, cujas diferentes propriedades evitam a mistura entre essas. O encontro de duas massas de ar chama-se frente. São quentes quando ocorre o fluxo de ar quente; do contrário, são frias. Essas extensas camadas atmosféricas têm a capacidade de se mover para outras latitudes. Durante esse deslocamento, vão perdendo suas peculiaridades iniciais, até se dissiparem por completo, bem como alterando as condições climáticas dos locais por onde passam.

Nevoeiro ou neblina: é um conjunto de gotículas presentes no ar. Sendo resultado de precipitações superficiais.
Orvalho: é resultado da queda de temperatura durante a noite, que faz com que as gotas de água se condensem à superfície de plantas, principalmente.

Geada: quando a temperatura atinge zero grau o orvalho congela formando uma fina camada de gelo, a geada.

Neve: é a condensação do vapor d’água, na forma de cristais de gelo (cristalização), quando acumulada forma geleiras, comuns em regiões frias e também no alto de montanhas (neve eterna). Há o congelamento, porém este ocorre de forma mais lenta, não formando diretamente gelo "puro" como o granizo.
Granizo: diferentemente da neve, não ocorre devido à cristalização e sim ao transporte das gotas de água, através das correntes convectivas, para camadas mais frias e altas, resultando em seu congelamento. Definido como chuva congelada que cai em grãos.
Chuva: ela ocorre através da evaporação da água, a qual se mistura com o ar e começa a subir, formando nuvens carregadas de vapor. Ao atingir altas latitudes ou sofrer a ação de massas de ar frias, o vapor condensa, retornando ao estado líquido. Assim, por ser pesada e não conseguir se sustentar, a água cai na forma de chuva.

23 comentários:

  1. muito lara a explicação! agora ao esqueço mais!!

    ResponderExcluir
  2. Valeu, isso me ajudou muito pra prova de geo!

    ResponderExcluir
  3. obrigada!!!me ajudou bastante

    ResponderExcluir
  4. Vai tomar no cu filho da puta essa porra eh muito paia,vai tomar no cu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que idiota, va trabalhar deficiente problematico

      Excluir
  5. uma merda não e isso que eu quero

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mano se não é isso q vc quer entra em outro site retardado menta

      Excluir
  6. Me ajudou para a minha pesquisa. Vou fazer propaganda para os meus colegas

    ResponderExcluir
  7. vai tomar no olho do seu cu

    ResponderExcluir
  8. eu nao queria saber o que é eu sou burro por acaso vai se fuder aprende a fazer um site e depois monta um seu cuzão

    ResponderExcluir
  9. muito bom estao de parabens e para fala besteira faz melhor

    ResponderExcluir
  10. Parem de falar merda, se não gosto sai fora.

    ResponderExcluir
  11. Otimo , gostei muito explicação perfeita . Agora não entendi essa palhaçada ai em cima . Obrigado .

    ResponderExcluir
  12. Me ajudou bastante com o trabalho de geografia continuem fazendo esse trabalho pois estão ajudando muitas pessoas

    ResponderExcluir
  13. como o ortiz é gordo

    ResponderExcluir
  14. Poderia ser melhor, mas, fazer o que é o que tem.Vlw!!!!

    ResponderExcluir
  15. são todos figurantes que não sabem escrever...
    #NUBEZAPEGA ;)

    ResponderExcluir
  16. esta muito bom pessoas ruins que nao sebem de nada falam mal da esplicaçao obriga da pela ajuda

    ResponderExcluir

“O clima é o conjunto de estados do tempo meteorológico que caracterizam o meio ambiente atmosférico de uma determinada região ao longo do ano. O clima, para ser definido, considera um subconjunto dos possíveis estados atmosféricos e, para tal, requer a análise de uma longa série de dados meteorológicos e ambientais." (Wikipedia)